sábado, outubro 21, 2006

O que ando a ouvir...


[projecto]. Regina Spektor
[álbum]. Begin to hope
[música]. Better
...
é um grande álbum, com músicas muito boas, e esta miúda tem uma voz brutal...
...
[Regina Spektor]. www.reginaspektor.com

sexta-feira, outubro 20, 2006

sexta-feira, outubro 13, 2006

Testamento

À prostituta mais nova
Do bairro mais velho e escuro,
Deixo os meus brincos, lavrados
Em cristal, límpido e puro...
E àquela virgem esquecida
Rapariga sem ternura,
Sonhando algures uma lenda,
Deixo o meu vestido branco,
O meu vestido de noiva,
Todo tecido de renda...
Este meu rosário antigo
Ofereço-o àquele amigo
Que não acredita em Deus...
E os livros, rosários meus
Das contas de outro sofrer,
São para os homens humildes,
Que nunca souberam ler.
Quanto aos meus poemas loucos,
Esses, que são de dor
Sincera e desordenada...
Esses, que são de esperança,
Desesperada mas firme,
Deixo-os a ti, meu amor...
Para que, na paz da hora,
Em que a minha alma venha
Beijar de longe os teus olhos,
Vás por essa noite fora...
Com passos feitos de lua,
Oferecê-los às crianças
Que encontrares em cada rua...

Alda Lara

terça-feira, outubro 10, 2006

Livro Aberto ...

O programa de ontem, teve como convidado Eduardo Prado Coelho, confesso que tinha uma ideia totalmente errada de Eduardo Prado Coelho, revelou-se um óptimo conversador e com um refinado sentido de humor. O programa serviu ainda para apresentar o último livro dele, Nacional e Transmissível.
...
[Livro Aberto]. Livro Aberto

segunda-feira, outubro 09, 2006

Na Terra dos Sonhos...

Andava eu sem ter onde cair vivo
Fui procurar abrigo nas frases estudadas do senhor doutor
Ai de mim não era nada daquilo que eu queria
Ninguém se compreendia e eu vi que a coisa ia de mal a pior

Na terra dos sonhos, podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal
Na terra dos sonhos toda a gente trata a gente toda por igual
Na terra dos sonhos não há pó nas entrelinhas, ninguém se pode enganar
Abre bem os olhos, escuta bem o coração, se é que queres ir para lá morar

Andava eu sózinho a tremer de frio
Fui procurar calor e ternura nos braços de uma mulher
Mas esqueci-me de lhe dar também um pouco de atenção
E a minha solidão não me largou da mão nem um minuto sequer

Na terra dos sonhos, podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal
Na terra dos sonhos toda a gente trata a gente toda por igual
Na terra dos sonhos não há pó nas entrelinhas, ninguém se pode enganar
Abre bem os olhos, escuta bem o coração, se é que queres ir para lá morar

Se queres ver o Mundo inteiro à tua altura
Tens de olhar para fora, sem esqueceres que dentro é que é o teu lugar
E se às duas por três vires que perdeste o balanço
Não penses em descanso, está ao teu alcance, tens de o reencontrar

Na terra dos sonhos, podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal
Na terra dos sonhos toda a gente trata a gente toda por igual
Na terra dos sonhos não há pó nas entrelinhas, ninguém se pode enganar
Abre bem os olhos, escuta bem o coração, se é que queres ir para lá morar

Jorge Palma

quinta-feira, outubro 05, 2006

Aurora...


Este filme de Murnau, Sunrise, no seu título original, é incrivel como o filme mudo pode transmitir tanto, com uma beleza sem medidas. Valeu a pena ir à cinemateca ontem, este é sem dúvida um dos melhores filmes de sempre da história do cinema.

O que estou a ler...


Aa velas ardem até ao fim, de Sandor Marai, é uma história sobre a amizade, entre dois amigos que se reencontram passados algumas décadas. Isto em traços muitos gerais, o que é um facto é que fiquei agarrado a este livro, e estou quase a acabar de o ler.

segunda-feira, outubro 02, 2006

The Pillow Man...


Vão até ao renovado Teatro Maria Matos, é uma peça genial, com momentos inquietantes, mas ao mesmo tempo com uma boa dose de humor. Todas as componentes, texto, cenário são absolutamente fantásticos. Para ver, obrigatoriamente.
...
[Teatro Maria Matos]. Teatro Maria Matos