sexta-feira, junho 06, 2008

Feira do Livro 2008


Passados alguns dias de feira, estou a gostar imenso desta experiência. Actualmente já tenho um mestrado em atendimento ao público, depois de uma ligeira análise, já consigo identificar a faixa etária de pessoas que são extremamente chatas, os reformados, meu deus, eles não ouvem nada, não veem nada, é preciso uma paciência do tamanho da china. O contacto com os feirantes também tem sido agradável, tenho feito um pouco de tudo, desde de burro de carga, a relações públicas, enfim, tenho dado a cara, sentindo o peso da responsabilidade. Mas tem corrido tudo bem. Após uma observação à feira, constatei que o grupo Leya, são especialistas em esperteza saloia, aproveitando toda esta polémica antes do início da feira como uma manobra de marketing, publicidade gratuita em todos os orgãos de comunicação. Enfim eles lá estão, confesso que fiquei decepcionado com o espaço Leya, os pavilhões não tem piada nenhuma, e tudo aquilo é tipo supermercado, se eles se mantivessem nas tradicionais barraquinhas que são muito mais engraçadas que aquela porcaria, certamente venderiam muito mais. A ver vamos como será a feira de 2009, promete-se muita inovação, e grandes transformações.

2 comentários:

marcia disse...

E a Feira já acabou... fico sempre com pena no final! concordo contigo em relação a Leya...mas que foi uma rica publicidade, lá isso foi...estratégias! Boas Leituras!

totoia disse...

MIUDO... onde andas?