domingo, outubro 20, 2013

FERNANDA QUEM FALARÁ DE NÓS, OS ÚLTIMOS?



Testemunho impressionante de um amor e de uma perda, Fernanda é a última obra de Ernesto Sampaio, poeta, jornalista, ensaísta, teórico do surrealismo que partilhou boa parte da sua vida com a actriz Fernanda Alves. Texto intensamente lírico, torna-se material, quase físico, através do contraste entre a memória do amor e a memória das inúmeras personagens que a actriz viveu ao longo da sua intensa carreira. Daí a intersecção de outros textos, desde o Hamlet à Grande Imprecação Diante das Muralhas da Cidade, de Tankred Dorst, desde Gil Vicente a Herberto Helder. Daí, também, um sentido mais ancorado nos humores das pequenas coisas, dos pequenos gestos diários que fazem o caminho que leva ao reencontro de dois amantes.

Prosas e poemas de Fernanda, de Ernesto Sampaio
Encenação Fernando Mora Ramos
Selecção e montagem de textos Isabel Lopes e Fernando Mora Ramos
Direcção de ensaios e dramaturgia Isabel Lopes
Dispositivo cénico e figurinos Isabel Lopes e Fernando Mora Ramos
Criação sonora e sonoplastia Carlos Alberto Augusto
Desenho de luz Nuno Meira

Interpretação Joana Carvalho e Fernando Mora Ramos

Co-produção Teatro da Rainha e Teatro Nacional São João
Co-apresentação Teatro da Rainha e São Luiz Teatro Municipal 

sexta-feira, outubro 11, 2013

quinta-feira, outubro 10, 2013